CUFA NUNES FREIRE: TERCEIRO DIA DE VIRADÃO FOI UM SUCESSO!

O terceiro dia do Viradão Esportivo contra a Dengue, realizado pela CUFA Nunes Freire, foi bem proveitoso.
Durante a manhã e tarde do sábado (17/03) foi realizado a etapa de futsal e beach soccer, tanto no masculino quanto no feminino nas quadras do Bairro Aeroporto.
Durante o evento foi distribuído picolés para a garotada e lanche para os atletas.

CUFA MARANHÃO REALIZA SEU 2º ENCONTRO ESTADUAL

A pequena cidade de Miranda do Norte recebeu nos dias 10 e 11 (sábado e domingo) de março representantes de nove diferentes municípios nos quais encontram-se bases da Central Única das Favelas – CUFA Maranhão, onde participaram do 2º Encontro Estadual da maior organização da moradores de periferia presente no estado. O encontro que havia ocorrido pela última vez em 2010 tem como objetivo discutir as diretrizes e os encaminhamentos para a atuação da organização para o ano de 2012, além de avaliar a sua atuação no último ano.


Estiveram presentes os coordenadores estaduais Billy Wesley e Preto Dicko, os municipais Marcos Leite, Jarivânio Alencar (Governador Nunes Freire), Everton Gehlen, Preta Suzy (Balsas), Jader Moreira (Riachão), Denilson Lima (Vargem Grande), Cleo Freitas (Coroatá), Alan Gleison (Raposa), os mais novos integrantes da família vindo da vizinha cidade de S. Mateus, Fabiana Morais e Genésio Neto, além dos anfitriões Joucyara Freitas, Marcelo Ferreira e Leo Filho. Outros integrantes da CUFA dos diversos municípios citados também estiveram presentes ao evento acompanhando seus respectivos coordenadores.

No primeiro momento do Encontro os coordenadores das bases presentes apresentaram seus relatórios de atividades desenvolvidas no último ano e falaram dos projetos futuros ou em andamento para este ano de 2012, sendo em seguida realizada uma avaliação coletiva. Outras atividades ocorreram nestes dois dias. A solenidade de troca de faixas das crianças e jovens atendidos no projeto de Taekwondo realizado pela CUFA Miranda do Norte e do próprio instrutor da arte marcial, marcou e emocionou o último dia do encontro.

O Encontro serviu não apenas para trocar experiência, planejar e para avaliar o trabalho realizado em cada base ao longo do ano, mas também para fortalecer os “laços familiares” entre os integrantes da CUFA Maranhão, pois muitos deles se conheciam apenas no ambiente virtual e pela primeira vez encontraram-se pessoalmente, “mas parece que somos amigos desde a infância, pois a rede nos aproxima”, declarou um dos coordenadores presentes ao chegar ao local.


A prefeitura de Miranda do Norte foi uma grande parceira da Cufa Maranhão na realização deste grande encontro.

SAIU O GABARITO OFICIAL DA NOVA PROVA DO SELETIVO IFMA 2012

O Instituto Federal do Maranhão realizou neste domingo, 11 de março, a nova prova do seletivo de cursos técnicos. 
Os candidatos inscritos na nova prova terão desconsiderada a nota da primeira avaliação. O resultado final está previsto para ser divulgado até o dia 05 de abril. 
Confira o gabarito oficial: 

PL DECLARA O MOVIMENTO HIP HOP MANIFESTAÇÃO DE CULTURA POPULAR DE ALCANCE NACIONAL

O projeto de lei (PL 3/2011), apresentado por deputados petistas, declara o Movimento Hip Hop manifestação de cultura popular de alcance nacional.
Para o deputado Weliton Prado, a iniciativa tem por objetivo inserir os jovens desse movimento, que hoje se manifesta nas mais diversas classes sociais, como agentes promotores da cultura popular. “O país enfrenta um grande problema de envolvimento dos jovens com drogas e criminalidade. Queremos que o movimento Hip Hop tenha a mesma atenção de todas as outras expressões culturais e, com isso, ser uma importante frente no combate às drogas e à violência”, ressaltou Weliton Prado.
As três matérias aguardam deliberação da Mesa Diretora sobre as comissões de mérito que vão analisá-las.
 
 

CUFA BRASIL EMPOSSARÁ NOVA PRESIDÊNCIA DURANTE VI ENCONTRO NACIONAL EM FORTALEZA

Com a presença de diversos Estados do território nacional, o VI Encontro Nacional da Cufa – Central Única das Favelas acontecerá a partir do dia 16 de fevereiro no Teatro José Alencar, em Fortaleza (CE). Durante o evento, que se estende até o dia 20, haverá a posse da nova presidência e a apresentação e planejamento de projetos e ações para 2011 de cada estado presente.
O evento será aberto com a recepção e boas vindas dos participantes no teatro José de Alencar pela coordenação responsável e após isso acontecerá a solenidade de posse da presidência e vice-presidência, sendo respectivamente Preto Zezé (Cufa-CE) e Karina Santiago (Cufa-MT) um fato importante para a instituição fundada por MV Bill e Nega Gizza.
Para este momento, alguns dos grandes parceiros da instituição confirmaram presença, como é o caso de Luiz Horta Barbosa Erlanger, Diretor de Comunicação da TV Globo; Alexandre Padilha, Ministro da Saúde; Roberto Marinho, um dos diretores da Senaes (Secretaria Nacional da Economia Solidária), Ivana Bentes, diretora da Faculdade de Comunicação da UFRJ e Pablo Capilé, Articulador Nacional do Circuito Fora do Eixo.
Nova Presidência
Os novos empossados têm vários pontos em comum com as pessoas que passaram pela presidência da entidade: Mv Bill e Preto Zezé começaram muito cedo a desenvolver importantes ações sociais pelo viés do Hip Hop. Ambos foram músicos e hoje são, além de ativistas, produtores culturais, escritores e documentaristas.
Nega Gizza e Karina Santiago são propulsoras de um movimento de mulheres dentro da instituição, que provocou a realização de dezenas de ações voltadas às mulheres do país, sempre provendo atividades como o esporte, a cultura, a moda e a política social. Desse modo, a entidade tem a negritude, o amor pelo trabalho social, a origem periférica e carregam o sentimento CUFA, cuja principal expressão é o trabalho social, a democratização do conhecimento e do poder.
A CUFA Maranhão marcará presença com seus coordenadores estaduais, Preto Dicko e Billy Wesley, e com o coordenador da CUFA Coroatá, Cleo Freitas.
Fonte: http://cleobf.blogspot.com/

CUFA de Gov. Nunes Freire em apenas 2 meses torna-se a entidade juvenil mais ativa da Região do Alto Turi

A CUFA Central Única das Favelas de Gov. Nunes Freire, sob a representação da Associação Nunesfreirense de Juventude é a entidade juvenil mais ativa da região do Alto Turi.
Isso é visto pelos belíssimos trabalhos realizados nestes últimos dois meses de existência da entidade. Em destaque temos o 1º Seminário Temático em Defesa do Meio Ambiente, realizado dia 05 de Junho (Dia do Meio Ambiente). O evento teve como objetivo difundir um amplo debate sobre conscientização e preservação da natureza.
Após esse evento, Gov. Nunes Freire presenciou o maior encontro de juventude da região do Alto Turi. O 1º ENJUV – ENCONTRO NUNESFREIRENSE DE JUVENTUDE, realizado dia 12 de junho, reuniu cerca de 700 jovens, estudantes e favelados do município. O evento municipal de políticas públicas para/com a juventude nunesfreirense teve como objetivo ampliar mais o debate sobre políticas públicas para a juventude de Gov. Nunes Freire e Região.
Em seguida, depois do maior encontro de juventude da região a entidade idealizou o projeto Guarnicê. Projeto esse que teve grande repercussão por mergulhar em fontes de informações, pesquisas, além de trabalhos solidários, interativos, artísticos, didáticos e literários. Não foi dissociados de nossa visão, os grupos tradicionais como: bumba- meu- boi, pintura, música, lendas, mitos, prosas, canções, folguedos, artesanato e outros que fazem parte de nossa cultura.

Com o termino das festas juninas, a entidade estará realizando no final desse mês o Festival “Rock In Street”. O evento terá como objetivo principal nesta primeira edição realizar variados shows com intuito de valorizar os artistas do município de Governador Nunes Freire e valorizar o Rock Nacional.
O Festival ocorrerá entre 25 á 31 de julho a partir das 18:00 hs na Praça da Cultura.

Todas esses eventos e projetos só foi possivel ser realizados graças ao apoio da Academia de Letras do Alto Turi, UMES de Gov. Nunes Freire, Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Juventude, Secretaria Municipal de Assistência Social, em especial a CUFA Maranhão, ao Conselho Estadual de Juventude do Maranhão, e a Secretária de Estado de Esporte e Juventude.

Autor: Marcos Leite

[email protected]

Fonte:

http://cufagnfma.blogspot.com/

Estatuto da Igualdade Racial sem a reserva de vagas nas universidades é desafio para movimentos sociais

Para o ministro da Igualdade Racial, Eloi Ferreira de Araújo, a lei aprovada pelo Senado é “extraordinária” e uma “vitória fantástica”. “Com esse estatuto nós colocamos uma argamassa poderosa na consolidação e sedimentação da nossa democracia”, avaliou.

O diretor de Combate ao Racismo da UNE, Cledisson Geraldo dos Santos Junior, comemorou também a aprovação do estatuto, que segundo ele “cumpre um papel. Passa a garantir a partir de então os direitos da população negra”.

Contudo, para movimento negro, o Estatuto da Igualdade Racial perde força com a retirada de pontos importantes, tais como as cotas nas universidades e nos partidos políticos, e as políticas para a saúde negra. A coordenadora do Movimento Negro Unificado (MNU) do Distrito Federal, Jacira da Silva, acredita que a versão aprovada do estatuto ficou descaracterizada do texto original. “Em nome da negociação se chegou a essa versão final. Como instrumento legal é muito importante, mas se retirou quatro ou mais itens que eram a espinha dorsal do estatuto. É uma ação na contramão da política do governo”, analisou.

Já Elói Ferreira de Araújo pondera. “São cinco incisos [no Artigo 8º do estatuto] que dão conta da promoção da saúde da população negra, da redução das desigualdades étnicas, da discriminação nas instituições do Sistema Único de Saúde”.

Reserva de vagas nas universidades públicas

Outro ponto criticado pelo movimento negro foi a retirada da política de reserva de vagas nas universidades. O ministro rebateu, alegando que essa ação também está garantida no estatuto. “Ele garante o acesso de negros e negras às universidades com uma política que poderá ser de cotas, de pontuação, em razão do salário ou da renda familiar, em razão do lugar de residência. Isso porque cota é uma espécie e do gênero ação afirmativa, ou seja, cota está embaixo do guarda-chuva ação afirmativa e esse comando está na lei”, observou.

Em entrevista para o EstudanteNet, o diretor de Combate ao Racismo da UNE admitiu que a reserva de vagas não contemplada “aleija” o estatuto. Para ele, resta aos movimentos sociais se unirem visando essa conquista. “Agora os movimentos sociais têm o papel de acumular forças para defender o debate da reserva de vagas no parlamento”, disse.

O movimento questiona também outro importante ponto suprimido, a questão da posse da terra. De acordo com Jacira, grileiros e “coronéis” estão tomando as terras e empreendimentos como hidrelétricas estão “expulsando” populações remanescentes de quilombos que vivem há mais de 200 anos no local.

A expectativa do ministro é de que até a primeira quinzena de julho o texto seja sancionado pelo presidente da República.

Fonte:

http://www.une.org.br/