CE Profº Hamilton Werneck realiza 2º Passeio Literário

Depois de muita movimentação e ensaios foi a hora dos alunos do CE Profº Hamilton Werneck, de Governador Nunes Freire, realizarem na tarde da última sexta-feira (20/04) a 2º Passeio Literário, comemorando o Dia Nacional do Livro Infantil. 
Houve apresentações de danças, dinâmicas, reflexões da importância do livro e peças teatrais com os alunos do Programa Mais Educação. 
O objetivo foi incentivar aos alunos a conhecerem os diversos gêneros literários, enfatizando o hábito pela leitura, o cuidado e a preservação do livro.

 

POETA LIRA FILHO É DESTAQUE NO ESPAÇO ALEAT DO JORNAL GAZETA



Poeta
Lira Filho é destaque no Espaço ALEAT na 8º Edição
do Jornal Gazeta foi publicada nesta Quinta-Feira (17/02).
Natural
da cidade de Presidente Médici, nascido dia 22 de março
de 1978. É um dos grandes escritores e poeta de nossa gleba,
um espírito rebelde que adoça sua poesia no amargo de
suas lembranças. 
 
Raimundo
Costa Lira Filho é autor do Livro “Poesias para ninguém
ler”, uma fascinante obra poética agora revelada para todos,
por essas razões Raimundo Costa Fila Filho faz parte do corpo
acadêmico da ALEAT – Academia de Letras do Alto Turi,
ocupante da cadeira 15º.
Veja
abaixo uma de suas obras:

AOS
HIPÓCRITAS, AOS FRACOS E AS BEATAS

Existem
pessoas que levam a vida falando de flores,
Desertos,
florestas, borboletas…
São
os poetas, sonhadores e apaixonados.

Existem
pessoas que passam a vida inteira mentido,
Enganando
os outros…
São
os estelionatários, políticos e desonestos.

Existem
pessoas que passam a vida
Vendo
a vida passar…
São
os acomodados.

Existem
outras que vivem falando de fé,
De
um Deus que nunca se viu
(ou
que, quem sabe, nunca se verá)
São
os religiosos, fanáticos…
Existem
pessoas que vivem a bisbilhotar o passado,
Das
coisas, das pessoas…
São
os historiadores, pesquisadores.

Agora
existem aquelas pessoas
Que
se ocupam apenas em falar da minha vida,
Vivem
a comentar o que eu faço
Ou
que deixo de fazer…
Ah,
estas são umas miseráveis, invejosas, infelizes.
Fonte: Jornal Gazeta


UFMA ABRE INSCRIÇÕES PARA O 23º FESTIVAL MARANHENSE DE POESIA

Ótima oportunidade para poetas de todo o Brasil escreverem um novo capítulo na literatura contemporânea maranhense. A Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, abre nesta semana as inscrições para o 23º Festival Maranhense de Poesia. O festival terá apoio da Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Cultura, e vai acontecer nos dias 18 e 19 de novembro, na Praça Maria Aragão, em São Luís, dentro da programação da 4° Feira do Livro.

O 23º Festival Maranhense de Poesia estimula e difunde a produção poética contemporânea. A partir deste ano, o festival terá como patrono o poeta maranhense Joaquim de Sousa Andrade, o Sousândrade. Poderão participar do Festival qualquer pessoa residente no Brasil que escreva poesia no idioma português. O 23º Festival Maranhense de Poesia será realizado durante duas sessões, uma seletiva e outra de apresentação dos finalistas, seguida da premiação, nos dias 18 e 19 de novembro de 2010, dentro da 4ª Feira do Livro de São Luis.

Segundo o diretor do DAC, professor Alberto Dantas, “participarão da primeira sessão os autores que tiverem seus textos previamente selecionados pela Comissão Julgadora. A audição pública dos poemas selecionados acontecerá no dia 18 de novembro 2010 e será acompanhada por duas comissões julgadoras que indicarão os autores e interpretes finalistas. A segunda sessão, sessão final, e a premiação ocorrerão no dia 19 de novembro de 2010”.

As Comissões Julgadoras serão compostas da seguinte maneira: Uma Comissão Julgadora de Mérito Literário, formada por 3 (três) pessoas atuantes no meio literário e; uma Comissão Julgadora de Interpretação, formada por 3 (três) pessoas atuante no meio teatral. As duas comissões ficarão responsáveis por escolher os 3 (três) melhores poemas (Comissão Julgadora de Mérito Literário) e as 3 (três) melhores performances cênicas (Comissão Julgadora de Interpretação), assim como atribuir menções honrosas, caso necessário.

Inscrições até 5 de novembro – Será obrigatória a apresentação dos poemas, que poderão ser interpretados pelos próprios autores ou por pessoas indicadas por eles. Na ausência de indicação de intérprete, o poema poderá ser lido para garantir a validade da participação. A interpretação dos poemas concorrentes não influenciará no julgamento do mérito literário. Os interpretes poderão utilizar recursos como som, slides, figurino, desde que não interfira no andamento da sessão. Concorrentes de outros estados terão garantidas a interpretação ou leitura dos seus poemas.

Cada concorrente poderá inscrever apenas um poema, inédito, com tema livre, não ultrapassando o limite de duas laudas. A inscrição deverá constar de: a) Preenchimento da ficha de inscrição; b) Três cópias do texto digitadas ou datilografadas; c) Gravação do texto em CD para utilização no Programa da Sessão final; d) Dados biográficos do autor. As inscrições poderão ser entregues pessoalmente ou enviadas pelo correio, entre os dias 18 de outubro e 5 de novembro de 2010, no Departamento de Assuntos Culturais, no Palacete Gentil Braga – Rua Grande, 782 (Centro). CEP 65020-250, São Luís – MA. Tel.: (98)3232-3901/ 3231-2887. E-mails para: [email protected]

ALEAT PROMOVE O I FESTIVAL “PIPAS AOS VENTOS”

Aconteceu nessa sexta-feira, 27 de agosto, o I Festival “Pipas aos ventos”, projeto esse idealizado pela ALEAT – Academia de Letras do Alto Turi, que comemora nesta sexta-feira o dia do poeta nunesfreirense, projeto de lei de nº 018/2009.
O festival contou com a participação de alunos da rede pública e outros adeptos desta pratica de lazer.
O projeto alertou quanto o uso do cerol e salientou a importância de brinquedos artesanais neste caso a pipa como instrumento saudável aos jovens e crianças, que foram premiados com troféus e medalhas e 250 reais em dinheiro e distribuídos mais de 1.500 picolés.
VEM AI MAIS UM PROJETO
A ALEAT comunica que em setembro iniciará o II Festival da Primavera “Pra dizer que não falei das flores”, com saraus, recitais, festivais de poesias e shows com artistas da terra.

POETA NUNES É O NOVO MEMBRO DA ALEAT

Neste mês de agosto a Academia de letras do Alto Turi estará em festa, quer dizer, já estar, pois recentemente mais poetas estão se achegando a “Familia” ALEAT. Um deles foi o “grande” poeta Nunes, que através de nosso website conseguimos encontrar este “talento”.

Elinaldo Cardoso Nunes, é Filho de Terezinha Cardoso Nunes e Francisco Eduardo Vianna. Nasceu em Zé Doca-MA e atualmente mora em Cândido Mendes-MA. Licenciado em Filosofia pelo Instituto de Estudos Superiores do Maranhão-IESMA; Bacharelando em Teologia (IESMA) e especialista em Gestão Escolar, Supervisão Educacional e Orientação Educacional (IESMA). Membro da Academia Candidomendense de Letras-ACML, Cadeira n.1 e da Academia de Letras do Alto Turi, cadeira n. 18. Autor das obras: Padre Dante Barbanti: um exemplo de vida (2005); Encanto Poético (2007); Dueto (2009) e Vida e obra de Dona Andreza e Maria Pedro (2010). Veja a baixo uma de suas obras:
POBRE MENINO

Ha! pobre menino!
É isto que eu sou,
Que na ameaça de uma perda
não sabe se conter,
E no meio do desespero encontra amigos;
Amigos, que sempre souberam me entender;
Se abusei de sua paciência, peço perdão.
Se nao tenho sido um bom amigo, nao leve mal não;
Obrigado amigo! por sempre me estender a mão.

Uma Familia chamada ALEAT…

A Academia de Letras do Alto Turi-ALEAT, fundada a 14 de março de 2007, com sede e foro no município de Governador Nunes Freire, estado do Maranhão, tem por finalidade o desenvolvimento da cultura intelectual e sua difusão entre o povo, a defesa das tradições literárias do Maranhão em especial a região do alto turi.

Um pouco de sua história…

O movimento começou no inicio de janeiro de 1998, com os jovens Nicodemos Freires de Oliveira e Welder Mendonça Cavalcante, que denominaram “Filos Antológicos”. Filos = termo de composição, que designa a idéia de amigos, amizade e amor. Antológicos = Trata-se de flores, coleção de trechos de bons autores, seletos.

O dia 14 de março de 1998, Dia da Poesia, aconteceu o 1º grande Sarau promovido pelos seus idealizadores, que assim deram um passo importante na revolução literária e cultura da cidade de Governador Nunes Freire, ano em que era prefeito Dr.Brênio José de Almeida. Depois dessas datas comemorativas, outros encontros aconteceram e já tínhamos um grande número de artistas envolvidos, além de Nicodemos e Welder, aderiram também, Dimas de Sousa, atualmente Pastor de Turilândia, Iracilda Gomes-atual vereadora do município, Donildo de Sousa – músico e professor , Antonia Hosana – professora, Enoc Pinheiro- professor, Horacio da Graça – poeta e escritor de Arari.

Anualmente, os movimentos continuavam a promover eventos culturais tais como: recitais de poesias, festivais de músicas.
Em 2003, no mês de outubro, com ajuda do professor de Sociologia Antonio José, o poeta Nicodemos Freire e Irismar Parga Alves sonharam com uma possível criação de uma Academia de letras na região do Alto Turi, sediada na cidade de Governador Nunes Freire.

No início a idéia parecia utópica, no entanto, a cidade já sediava o pólo da Universidade Estadual do Maranhão-UEMA – Programa de Capacitação do Docente-PROCAD, com os cursos de Letras, Pedagogia, História e outros. Sempre que possível, os seletos poetas sonhavam com a chama viva deste sonho em concretizá-lo, uma vez apaixonados pelas letras e encantados com o mundo da Literatura, viram que este projeto era passível. Com o surgimento de outros poetas e simpatizantes da poesia, o movimento foi ganhando espaço e outros nomes surgiram como da poetiza Filomena Matos Nunes professora e poetiza Núbia Raquel, professor Samuel Nascimento de Carvalho, Antonio Luis, a professora Iracema Ferreira Araújo, Professor Valter José dos Reis Rodrigues e Lucimar Teixeira Carvalho.

No ano de 2006 o movimento ganhou apogeu e consolidou-se definitivamente na cidade e envolveu todos os educadores e educando e demais segmentos da arte e cultura do nosso povo, com festivais de poesias faladas, saraus, peças teatrais, Semana da Arte Moderna de Governador Nunes Freire iniciada em 05 de maio de 2006. Neste ano de 2007 impossibilitados de ocultar tamanho projeto, o espírito acadêmico de nossos seletos poetas, compositores e intelectuais da área de educação começaram o ano com os pés nas letras, deram inicio a criação do corpo acadêmico, que inicialmente contará com 15 sócio-fundadores, sendo que a diretoria provisória instalou-se no dia 17 de março com termino no dia 06 de outubro de 2007.

Dia 25 de julho de 2008, marcou a cultura em Governador Nunes freire, com o lançamento do livro Primeiros ensaios do poeta e escritor Nicodemos Freire de Oliveira fundador da academia e incentivador da literatura teatro e musica em nossa região.

Agradecimento

Academia de Letras do Alto Turi é digna de aplausos e reconhecimento maior por parte dos educadores e professores nesta região do alto turi.

Uma luta pela valorização da cultura literária e artística, vale mencionar os diversos projetos pedagógicos realizados nas escolas do município de Governador Nunes Freire e outros municípios.

Durante seu biênio foram realizadas diversas manifestações artísticas e culturais da caráter educativo,moral e social.

A ALEAT promoveu concurso de literatura filos antológicos que são realizados a cada dia 14 de março de cada ano em que é seu aniversario de fundação, projeto guarnicê no mês de junho, além do oficinas de teatro, recitais, saraus, palestras de incentivo ao uso da escrita e da leitura como fontes maiores de nossas inspirações. Os poetas da ALEAT estão de maneira mister ocupando cada dia o espaço de suas obras nas mentes e nos corações de nossas crianças e adolescentes fato este que merece uma atenção maior dos gestores destes municípios o qual ela abrange, 18 municípios ao todo.

Obrigado aleatienses! Tenho orgulho de fazer parte dessa familia!

CUFA Gov. Nunes Freire promove Festival “Rock In Street” 2010

Na tarde desse domingo, 25 de Julho (Dia do Escritor) a Central Única das Favelas de Gov. Nunes Freire promoveu o maior festival de rock da Região do Alto Turi. Cerca de 200 pessoas fecharam a avenida em frente a praça da cultura. Todos estavam ansiosos para verem o nosso primeiro campeonato de BMX. O público presente ia ao delírio com as mais variadas manobras de bike. O campeonato nesta primeira edição fez parte do nosso festival.
O Festival “Rock In Street” é um evento promovido pela CUFA de Gov. Nunes Freire (Associação Nunesfreirense de Juventude) em parceira com a Academia de Letras do Alto Turi.
Como convidados registramos a presença dos artistas da terra Lucivaldo, Rafhael, Rudney, etc. Também estiveram presente o Pe. Abas, Dr. J.J e sua esposa e os jornalistas e radialistas Cleberson e Reinaldo (Jornal Gazeta do Alto Turi e Radio GNF Fm) que fizeram a cobertura completa do evento. O Som ficou por conta do Dj Cezar (Rádio Juf), que animou a galera tocando os mais variados rock’s no momento do campeonato.
O evento teve o total apoio da ADIB Distribuidora Coca-Cola, que não mediu esforços para nós apoiar. Tivemos também o apoio da Serraria Natália, Ver. Marcelo Oliveira, Ver. Eduarte e Electro Alves.

O objetivo do Festival foi valorizar o Rock brasileiro (conhecido no Brasil como rock nacional), que teve início no final da década de 1950, mas só começou a ter força na década de 1980.

O evento teve como objetivo principal nesta primeira edição realizar variados shows com intuito de valorizar os artistas do município de Governador Nunes Freire.

Autor: Marcos Leite

[email protected]

Fonte:

Lançamento de “Um Livro” de Sidney Rocha na Academia Caxiense de Letras

Noite de autógrafos e lembranças de um grande mestre que deixou amigos e recordações boas em Caxias entre os anos de 1970 a 1985. Foi neste sábado, 17, na Academia Caxiense de Letras que ocorreu o lançamento da obra póstuma ” Um LIvro”, onde reuni poemas e prosas do professor Sidney da Costa Rocha.

A obra, iniciativa de amigos e familiares, revela não só um homem comprometido com as letras (afinal de contas era professor de Língua Portuguesa), de escrever simplesmente palavras bonitas, mas acima de tudo nos transmite uma filosofia de vida, como um homem temente a Deus e agradecido por tudo que lhe foi feito, como podemos observar no seu poema a seguir:

Aos pés do Mestre

Bendita hora, célico momento,
Em que pensei seguir meu Bom Jesus!
Vede: abracei, sorrindo o sofrimento
E cantando aceitei pesada cruz!

Jesus, doce Jesus, quanta bondade
Chamar um vil a ser mininstro Teu.
Que grande glória, Deus creio, em verdade
Pois a renúncia enlaça o corpo meu.

Zombo do mundo com seus vão encantos!
Só tu me animas, paternal Senhor:
Troquei alfaias por teu negro manto,
Em vez de amores, só Teu santo amor.

Já não invejo as flores perfumadas.
Desprezo as glórias por Teu santo amor
Só amo agora minhas Igreja amada
De glóras cheia e cheia de esplendor!

P’ra que riqueza? Tenho a terra inteira.
P”ra que carinho? Gozo o puro amor.
A brisa amena é minha companheira,
Meu pranto enxuga e me alivia a dor.

Glórias terrenas atirei ao solo.
Vida liberta eu nem mais quis olhar.
Somente a dons celestiais exploro:
Irei viver somente para o altar!

Será verdade, Deus, que Teu caminho
Transformará meu corpo em pura flor?
Curvado ainda à beira do caminho,
Já sinto n’alma o mel consolador!”

Eu Te agradeço, meu Jesus amado,
Ter-me escolhido a Ti representar.
Abandonaste o rico, o potentado,
Chamaste-me p’ras almas ensinar!



Fonte:

ALEAT E CUFA LANÇA O PROJETO “GUARNICÊ”

A Academia de Letras do Alto Turi e a Central Única das Favelas de Gov. Nunes Freire lança nessa semana o projeto “Guarnicê”.Guarnicê” é uma palavra usada no bumba- meu- boi que significa: preparação do grupo para entrar em ação. É o aviso de que a brincadeira vai começar. Por isso este projeto recebeu esse nome, pois o mesmo tem o intuito de preparar jovens para a vida e compromissados com uma cultura viva e autêntica, tornando-se agente de sua própria história.

O projeto Guarnicê entrará em cena incentivando e preparando crianças, jovens e idosos inseridos no processo. O mesmo terá grande repercussão por mergulhar em fontes de informações, pesquisas, além de trabalhos solidários, interativos, artísticos, didáticos e literários. Não serão dissociados de nossa visão, os grupos tradicionais como: bumba- meu- boi, pintura, música, lendas, mitos, prosas, canções, folguedos, artesanato e outros que fazem parte de nossa cultura.

O projeto tem como objetivo trabalhar a cultura, em especial a local, valorizando os grupos artísticos de nossa cidade e adjacentes, fortalecendo as atividades grupais no que concerne à solidariedade, à integração, à participação, ampliando o conhecimento através de palestras, debates e pesquisas.

Autor: Marcos Leite

[email protected]

ALEAT PROMOVE O MOVIMENTO LITERÁRIO “POESIA FORA DA ESTANTE”




A Academia de Letras do Alto Turi promove o Movimento Literário “Poesia Fora da Estante” com os alunos da Escola Alcino Gomes no monte da torre Embratel,de terça a quinta-feira pela manhã. Debaixo das sombras das árvores frondosas que nos acolhe com suas raízes e sobre a grama verde ouvindo o canto dos passarinhos que povoam os galhos dos cajueiros.

Os poetas, Nicodemos Freire,Marcos Leite e Rafael Santos,promovem recitais,palestras e oficinas de textos como forma de enriquecer o conhecimento da leitura e literatura,como pano de fundo à vista de nossa belíssima cidade de Governador Nunes Freire e toda natureza que emerge naquele lugar.

“A poesia nasce e se reproduz na alma de nossas crianças e adolescentes”.

Autor: Marcos Leite