Dilma sanciona janela e 6 meses para filiação de candidatos

Uma edição extra do Diário Oficial publicada nesta terça-feira, 29, trouxe decisões de Dilma Rousseff sobre a reforma eleitoral aprovada pelo Congresso Nacional, válida já para as eleições municipais de 2016.

A presidenta vetou a possibilidade de doações de empresas a partidos políticos, mas decidiu manter o artigo aprovado no Congresso que determina que, para concorrer às eleições, o candidato deverá estar com a filiação partidária deferida pela legenda no mínimo seis meses antes da data da eleição.

Pela legislação atual, qualquer mudança no sistema eleitoral deve ocorrer no prazo de até um ano antes do pleito – ou seja, no caso das eleições de 2016, até a próxima sexta (2).

Outro ponto do projeto aprovado no Congresso e mantido pela presidente na sanção da lei foi o que trata da perda do mandato do detentor de cargo eletivo que se desfiliar sem justa causa.

Fica permitida somente a mudança de partido que ocorrer dentro dos 30 dias que antecedem o prazo final – de seis meses – estabelecido para a filiação com possibilidade de disputa na eleição, majoritária ou proporcional. O período deve se referir aos meses finais do mandato.

Pela lei, será considerada justa causa para a desfiliação de um partido, o que, portanto, não implica perda de mandato, “mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário” e “grave discriminação política pessoal”. 

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Dilma é reeleita presidente

Dilma Rousseff (PT) venceu Aécio Neves (PSDB) na disputa em segundo turno e foi reeleita neste domingo (26) para um novo mandato como presidente da República (2015-2018). O resultado foi confirmado pelo sistema de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 20h27min53, quando 98% das urnas estavam apuradas e não havia mais possibilidade matemática de virada  

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Apuração do 2º turno em Governador Nunes Freire

A Presidente reeleita Dilma Rousseff obteve 9.205 votos, equivalente 82,21% dos votos válidos no município de Governador Nunes Freire.  O candidato Aécio Neves obteve 1.992 de votos, equivalente a 17,79% dos votos válidos.
 
Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Expectativa para primeira parcial à Presidência da República

Mais de 60% dos votos para Presidência da República já foram apurados em todo o país. 
Mas até o momento, o Tribunal Superior Eleitoral ainda não divulgou nenhuma parcial mostrando os números específicos dos candidatos Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). 
 
Veja: 
Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Sensus fecha última pesquisa: Aécio 52,1% x Dilma 47,9%

Diário de Poder

Na última pesquisa, Sensus (a exemplo do MDA) aponta virada de Aécio

Instituto Sensus realizou a última pesquisa de intenção de votos para presidente, fechada há pouco, indicando liderança do candidato do PSDB, Aécio Neves, com 52,1% dos votos válidos. A sua oponente Dilma Rousseff (PT), segundo o Sensus, soma 47,9% dos votos válidos. Contratado pela revista IstoÉ, o levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob nº 01193/2014.

Ao contrário de todos os demais institutos de pesquisa do País, como Datafolha, MDA e Ibope, que apontavam para Marina Silva (PSB) disputando o segundo turno com a candidata do PT, o Sensus foi o único a captar o crescimento de Aécio, na reta final, sobretudo após o debate da Rede Globo, indicando que ele estaria no segundo turno, como de fato aconteceu.

Computando-se todas as intenções de voto, inclusive brancos e nulos, Aécio tem 45,7%, contra 42% de Dilma. Indecisos, brancos e nulos somam 12,4%. As entrevistas foram realizadas nesta sexta-feira (24) e hoje, e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais e para menos.

O levantamento do Sensus confirma outra pesquisa, divulgada mais cedo pela CNT/MDA, segundo a qual Aécio Neves passou à frente da candidata petista. Ele agora somaria 50,3% das intenções de votos válidos contra 49,7% de Dilma. Na última pesquisa CNT/MDA, divulgada no dia 20 de outubro, Dilma aparecia com 50,5% dos votos válidos, contra 49,5% de Aécio.

A intenção de votos espontânea mostra os candidatos empatados tecnicamente. Aécio tem 44,4% dos votos e Dilma, 43,3%. Na pesquisa estimulada os números vão a 45,3% para o tucano e 44,7% para a candidata à reeleição.

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

CNT mostra Aécio com 50,3% e Dilma com 49,7% dos votos válidos

Pesquisa CNT/MDA, divulgada na manhã deste sábado (25/10), mostra o candidato do PSDB, Aécio Neves, na frente da corrida presidencial, mas tecnicamente empatado com a candidata do PT, a presidente Dilma Rousseff.

Considerando apenas os votos válidos, o tucano tem 50,3% das intenções de voto diante 49,7% da petista. No montante global, considerando o percentual de indecisos, brancos e nulos, Aécio foi o escolhido de 45,3% dos entrevistados e Dilma, de 44,7%.

Na pesquisa anterior, feita entre os dias 18 e 19, Dilma aparecia na frente, com 50,5% dos votos válidos. Aécio tinha 44,5%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com grau de confiança de 95%. A CNT/MDA entrevistou 2.002 pessoas de 23 a 24 de outubro, em 137 municípios de 25 unidades da federação.

A sondagem também calculou a rejeição de cada candidato. A presidente Dilma é a que tem o maior índice, com 43,3%. O percentual de entrevistados que disse que a petista é a única em que votariam é de 37,9% e o índice dos que disseram que poderiam votar nela é de 17,3%. O tucano tem uma taxa de rejeição de 42,8% e é o único em que 38,4% votariam. O indicador dos que poderiam votar nele é de 16,3%.

Fonte: Correio Braziliense

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Roseana se articula para ocupar vaga de Lobão no Ministério de Minas e Energia

Todo esse esforço da governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), de reunir deputados, prefeitos e lideranças para pedir apoio à reeleição de Dilma Rousseuff tem um único objetivo: assumir o Ministério de Minas e Energia, caso a presidente vença a eleição neste domingo (26).

A reunião que Roseana fez na casa do Calhau, com a presença do ministro Ricardo Berzoini, foi apenas uma forma de provar o seu empenho na campanha de Dilma no Estado, para depois cobrar a fatura.

Fontes do Palácio dos Leões informaram ao Blog do Luis Pablo que a governadora já se movimenta para ocupar o Ministério de Minas e Energia, atualmente comandado pelo senador licenciado Edison Lobão (PMDB).

Roseana Sarney, que já comunicou os auxiliares mais próximos que deve deixar o governo no final do mês de novembro, poderá anunciar sua saída do cargo na próxima semana, caso Dilma consiga se reeleger.

A governadora pretende ter tempo suficiente para se articular com o pai, senador José Sarney, e toda cúpula peemedebista, a permanência sob o poder da pasta de Minas e Energia, que é cota do PMDB do Maranhão.

Caso consiga a vaga no segundo Governo de Dilma Rousseff, Roseana garante a sobrevivência do Grupo Sarney e ainda terá força para contrapor o Governo Flávio Dino.

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Dilma Rousseff antecipará vinda ao Maranhão

A presidente Dilma Rousseff antecipou a sua visita ao Estado do Maranhão. A chegada dela à capital maranhense está prevista para a manhã da próxima segunda-feira (3). Será o primeiro Estado do Nordeste a ser visitado pela presidente, após a decisão sobre os royalties do petróleo, prevista para acontecer até esta sexta-feira (30). 
Na programação de visita ao Estado, está previsto o recebimento de duas honrarias. A primeira, será a medalha dos 400 anos, a ser entregue pela Governadora Roseana Sarney, no Palácio dos Leões. Em seguida, O presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo, fará a entrega da Medalha Manoel Beckman. 
Após as honrarias, está prevista uma visita ao Porto do Itaqui. O restante da programação ainda está sendo definida. Após a visita, a presidente retornará à Brasília.

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.