E O BEBEDOURO DOS ALUNOS?

Nesta semana passada, os professores do C. E. Mª Gardênia Ribeiro Gonçalves – Anexo I ganharam uma geladeira novinha, pois era de muita necessidade, já que um dos problemas que atingem todo corpo docente e também discente é o calor (infernal) que faz durante o turno vespertino. Porém os únicos beneficiados foram os professores. E os alunos como ficam?

Na Escola existe um único bebedouro para saciar os mais de 600 alunos (Somente na sede). Então, é nítido que o alunado precisa de mais um bebedouro… Os alunos necessitam!
Aqui fica meu apelo aos responsáveis pela Escola. Obrigado!

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO PREFEITO MUNICIPAL DESMENTE INFORMAÇÕES “MENTIROSAS” DA UMES

Nesta Quinta-feira, 25 de setembro, a Assessoria de Imprensa do atual Prefeito Indalécio divulgou em seu blog uma nota, que segundo a mesma está “desmentindo” as acusações feitas por a UMES, que num artigo divulgado no dia 28 de março de 2010, sob o titulo “Veículos improvisados e em más condições são usados para transporte escolar em GOV. NUNES FREIRE” dizia que “Gov. Nunes Freire não se inscreveu para participar do Caminho da Escola, projeto do Ministério da Educação que investe na compra de veículos escolares. Porém, por esse motivo a cidade permanece sem uma definição sobre os veículos escolares e as crianças e adolescentes continuam sendo levados em más condições”.

No artigo divulgado pela Assessoria, diz que “Desde março que o dinheiro estava disponível em conta e não chegava devido ao tempo normal de espera, pois é apenas uma empresa que fabrica (a que ganhou a licitação)”.

Ainda diz que está “Desmentindo informações mentirosas divulgadas em nosso município através da internet, rádio pirata e jornais da oposição…”. Veja a imagem abaixo.

Referencias:

VENTILADORES NO CE Mª GARDÊNIA?


(Veja as imagens). É nessa situação que se encontra os ventiladores do C.E Mª G. R. Gonçalves-Anexo I.

Já estamos há quase 3 meses que iniciou as aulas e os ventiladores ainda não foram “ajeitados”. E de quem é a culpa?

Os professores e os estudantes necessitam urgentemente, pois é quase impossível dá aula e estudar nesse “calor infernal” que faz durante o turno vespertino.