TRE suspende cassação e determina retorno de Teresa Murad à prefeitura de Coroatá

O desembargador Daniel Blume, do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) decidiu suspender os efeitos da cassação da prefeita de Coroatá, Teresa Murad.
A medida cautelar impetrada pelos advogados de Teresa determina o retorno imediato dela ao cargo de prefeita.
A decisão impediu que o vereador César Trovão, irmão de Teresa Murad e presidente da Câmara Municipal, tomasse posse nesta manhã de quarta-feira (19).
Na última quinta-feira (13) a justiça havia cassado o mandato da prefeita de Coroatá, e da vice, Neuza Muniz, por abuso de poder político e econômico.
A juíza Josane Braga, daquela comarca, acatou os argumentos da coligação “Coroatá crescendo com liberdade” pelos abusos da campanha de 2012 que teriam sido cometidos pelo marido da prefeita, o secretário estadual de saúde, Ricardo Murad.
Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Ricardo Murad se pronuncia sobre decisão que cassou o mandato da sua mulher em Coroatá

O secretário de Saúde, Ricardo Murad, utilizou sua página no Facebook para se pronunciar sobre a decisão da juíza Josane Farias Braga, da 8ª Zona Eleitoral de Coroatá.

Murad disse que a magistrada cometeu “um equívoco sem tamanho” e que a “Justiça Eleitoral, por seus tribunais superiores, haverá de reconhecer tal equívoco”.

A juíza Josane Braga cassou hoje, dia 13, os mandatos da prefeita de Coroatá, Teresa Murad, e da sua vice, Neuza Muniz, por abuso de poder político e econômico, durante a campanha de 2012.

A magistrada também tornou a prefeita e a vice inelegível por 8 anos, determinando também a inelegibilidade do secretário Ricardo Murad, que usou o poder da máquina pública para iniciar a construção de 13 poços artesianos em pontos estratégicos de Coroatá, deixou as obras abandonadas depois das eleições.

Abaixo o pronunciamento de Murad:



Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.

Bomba, Bomba e Bomba! Justiça cassa mandato de Teresa Murad e torna Ricardo inelegível por 8 anos

A prefeita do município de Coroatá, Teresa Murad, e sua vice, Neuza Muniz, tiveram hoje (13) os mandatos cassados pela Justiça. A decisão foi da juíza da 8ª Zona Eleitoral de Coroatá, Josane Farias Braga.

Teresa Murad e sua vice foram acusadas por abuso de poder político e econômico, durante a campanha de 2012. A ação foi movida pela Coligação “Coroatá Crescendo com Liberdade”, do candidato a prefeito e sindicalista Domingos Alberto (PT).

A juíza determinou o imediato afastamento da prefeita de Coroatá e de sua vice em razão do secretário de Saúde, Ricardo Murad, ter iniciado a construção de 13 poços artesianos em pontos estratégicos do município, durante a campanha eleitoral. O pior é que o secretário deixou as obras abandonadas depois das eleições.

Na decisão, a juíza Josane Braga ainda torna Teresa e Ricardo inelegíveis por oito anos. A magistrada determinou a imediata posse do presidente da Câmara Municipal para comandar a Prefeita de Coroatá.

A decisão ainda cabe recurso.

Não sabe como comentar? Clique aqui e aprenda, é muito fácil! Também siga o blog do Marcos Leite no Twitter e curta nossa página no Facebook.