Maranhão garante diretor nacional no XIII Congresso do CONAM

O XIII Congresso da Confederação Nacional de Associações de Moradores (CONAM), realizado entre os dias 14 e 16 de setembro de 2017 no Centro de Treinamento e Lazer do Sindsprev (Recife-PE), contou com a participação do Movimento Comunitário Trabalhista (MCT) do PDT do Maranhão, sob a coordenação de Paulo Henrique.

O Congresso contou com a participação de 745 delegados de 23 estados. O Maranhão teve em sua bancada 09 delegados, sendo 05 pedetistas.

Após a ausência de 25 anos do PDT da CONAM, a sua volta se deu com o devido peso e envergadura. O Movimento Comunitário Trabalhista emplacou na Executiva da CONAM a presença de Augusto Miranda (PE) na 2a Vice-Presidência, Jordaci Matos (GO) na Secretaria-Geral e Nice (SP) na Secretaria de Educação.

Na Diretoria do Pleno foram eleitos Wendel Pinheiro (RS), Sávio Salvador (PB), André Leal (MA), Jorge Maicon Lourenço (RJ), Etevaldo Teles (SE) e Damião Silva (GO).

O representante da Associação dos Amigos Leais, André Leal, foi eleito para a direção nacional e destacou a importância do evento. “Quero agradecer as delegações dos 23 estados presentes nesses três dias de Congresso em Recife. Agradecer a delegação do Maranhão, e ao meu partido PDT por termos juntos construído o meu nome para a chapa vitoriosa. Agora temos três anos para arregaçar as mangas e construir um caminho novo”, enfatizou. 

No Conselho Nacional de Entidades Associadas – CONEA, o Maranhão foi contemplado com a indicação da companheira Raimunda Belforth.
Na oportunidade, tivemos ainda a consolidação do companheiro Paulo Henrique Soares na condução dos trabalhos, exercendo a função de Presidente da Comissão Eleitoral do XIII Congresso Nacional do CONAM.

PDT votará pela aceitação da denúncia contra Temer

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=nrtI1lN7gEo]


O PDT irá votar novamente favorável à aceitação da denúncia contra o presidente Michel Temer, foi o que garantiu o líder da bancada na Câmara, deputado Weverton Rocha.

– Na primeira denúncia já nos posicionamos a favor da continuidade da investigação. Ninguém pode estar acima da lei. Na segunda denúncia iremos novamente orientar a bancada para que o partido continue no mesmo caminho – afirmou.

Nesta quinta-feira o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou ao Supremo Tribunal Federal uma nova denúncia contra ao presidente Michel Temer por obstrução da Justiça e organização criminosa. 

Weverton defendeu a aceitação da denúncia e disse que é preciso investigar e passar o País a limpo.

– Além retirar direitos e oportunidades, esse governo está atolado em denúncias – comentou. 

Segundo ele, é preciso ir fundo na investigação dessas denúncias para que o Brasil possa sair da crise com solidez e com um novo projeto de desenvolvimento.